PT planeja ir à Justiça por mensagens ofensivas contra neto de Lula, diz colunista


O PT estuda ingressar com ações na Justiça contra mensagens ofensivas sobre a morte do neto do ex-presidente Lula, Arthur, aos 7 anos, vítima de meningite menigocócica na última sexta-feira (1°). A informação é da colunista Mônica Bergamo, do Jornal Folha de S. Paulo.
De acordo com a publicação, o partido está coletando as mensagens na internet e analisando o teor de cada uma delas. Se for o caso, a sigla pretende ingressar com as medidas judiciais. Entre as publicações, está a feita pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), cuja declaração provocou revolta até mesmo em seus apoiadores e aliados. 
“Lula é preso comum e deveria estar num presídio comum. Quando o parente de outro preso morrer ele também será escoltado pela PF para o enterro? Absurdo até se cogitar isso, só deixa o larápio em voga posando de coitado”, escreveu, na ocasião, em sua conta no Twitter.
Tecnologia do Blogger.