Alerta de asteroide: NASA rastreia rocha espacial enorme se aproximando da Terra


A agência espacial norte-americana está rastreando um asteroide de 21 metros de diâmetro que está programado a passar perto da Terra já na próxima semana.
Trata-se do asteroide 2019 SL7, que irá se aproximar do nosso planeta no dia 9 de outubro, noticia o tabloide britânico Express.
Segundo a NASA, a rocha espacial voará a uma velocidade surpreendente de 17,1 km/s (61.500 km/h), e a uma distância de 1,4 distância lunar (LD) – distância entre a Terra e a Lua.

Suficientemente próximo

Em outras palavras, o asteroide passará pelo Planeta Azul a uma distância de 538.162 km, o que é suficientemente próximo para que a NASA classifique o astro como um Objeto Próximo à Terra (NEO).
"Objetos Próximos à Terra [NEO] são cometas e asteroides que foram empurrados pela atração gravitacional de planetas próximos para órbitas que lhes permitem entrar na vizinhança da Terra", informou a NASA.
A abordagem próxima permitirá à agência espacial norte-americana a estudar a rocha espacial.
"Se nós desejamos saber a composição da mistura primordial da qual os planetas se formaram, então nós devemos determinar os componentes químicos dos restos de detritos deste processo de formação – os cometas e asteroides."
Um asteroide perto da Terra (imagem ilustrativa)

A NASA teme que o asteroide, que tem o potencial de destruir um país na Terra, possa atingir o nosso planeta nos próximos 120 anos, com o próximo voo de aproximação estando programado para 2135.

Tecnologia do Blogger.