Cantor sertanejo é condenado a 30 anos de prisão por morte de companheira

Foto: Reprodução/EPTV

O cantor sertanejo Antônio Marcos Bueno foi condenado a 30 anos de prisão pelo assassinato da companheira Camila Lourenço, em 2018.
A sentença foi decretada na última terça-feira (1), após quase 9 horas de julgamento no Fórum de Araraquara, no interior de São Paulo. As informações são do site G1.
Bueno foi condenado em regime fechado por homicídio, feminicídio, motivo torpe e meio cruel. O cantor assassinou a companheira com dez facadas após uma discussão. O casal estava separado há duas semanas.
A decisão ainda cabe recurso. Segundo a defesa de Bueno, o cantor agiu em legítima defesa. O sertanejo não tinha nenhuma denúncia de agressão ou ameaça feita por Camila, mas já tinha a ficha suja por um outro relacionamento.
Tecnologia do Blogger.