Rui diz que atos de vandalismo são ações de ‘bandidos’ ligados a Prisco

Foto: Matheus Morais bahia.ba

O governador Rui Costa (PT) reafirmou que nenhum policial militar aderiu ao movimento grevista convocado pelo deputado estadual Soldado Prisco (PSDB) na terça-feira (9).
“Não há adesão de nenhum policial. O policiamento está na rua. Isso aí é a ação midiática, buscando a autopromoção e uma ação política organizada por um grupo político, com interesse político, eleitoreiro e partidário”, disse o governador na manhã desta quarta (9).
“Após um dia de de anúncio criminoso, nenhum policial aderiu a isso em nenhuma cidade da Bahia”, repetiu Rui, sobre o que já havia afirmado na noite anterior no programa Papo Correria.
Sobre ocorrências registradas na madrugada, a exemplo de um ataque a um agência bancária na Cidade Baixa, em Salvador, Rui diz que são “atitude criminosas, “de bandidos isolados”
“Esses bandidos precisam ser identificados e entregues à Justiça. Não tem grupo de policiais. Isso é uma ação organizada pelo deputado. Uma ação criminosa, como ele responde há vários crimes na Justiça Federal e na Justiça estadual. Infelizmente, tem ambiência política pra acolhimento de pessoas desse caráter e dessa postura”, disse.
Tecnologia do Blogger.