Governo pode mudar nome do Bolsa Família e destinar benefício a crianças

Foto : Jefferson Rudy/ Agência Senado

O governo federal estuda últimos detalhes de uma proposta de reformulação do Bolsa Família, uma das marcas da gestão do ex-presidente Lula.
Para deixar a impressão do presidente Jair Bolsonaro, o programa pode até mudar de nome e se chamar “Renda Brasil”.
De acordo com reportagem do Estadão, o que já foi definido é que o programa será ampliado para atender a jovens de até 21 anos e conceder valores maiores aos beneficiários.
A proposta está em análise pela equipe econômica, que já avisou que pode garantir, por enquanto, “no máximo” R$ 4 bilhões adicionais.
A ideia é dividir o programa em três: benefício cidadania, dado às famílias de baixa renda; benefício primeira infância, para crianças de até 3 anos e benefício a crianças e jovens, contemplando pessoas de até 21 anos. 
Tecnologia do Blogger.