Prefeito morre e “inaugura” cemitério em Minas Gerais

Foto: Reprodução 

Prefeito de Bonito de Minas (MG), Zé Galego, de 64 anos, faleceu na última sexta-feira (17/01/2020). O corpo dele foi o primeiro a ser sepultado na parte da ampliação do cemitério municipal, considerada, na prática, como um “novo cemitério”, construído durante sua própria gestão. A obra ainda está em fase de acabamento. As informações são do Diário de Pernambuco

O “novo” cemitério de Bonito de Minas fica ao lado do antigo cemitério da cidade, do qual é separado por um muro. Mesmo assim, a obra foi iniciada pela prefeitura há cinco meses como uma “ampliação” do cemitério antigo, que tem mais de 70 anos. As vagas para sepultamento no local se aproximam do fim, o que motivou a expansão.

O episódio remete à novela O Bem-Amado, da TV Globo, exibida em 1973. Prefeito da fictícia Sucupira, Odorico Paraguaçu (Paulo Gracindo) elegeu-se com a promessa de inaugurar o cemitério municipal.

Mas, depois disso, ninguém morria na cidade. A “inauguração” da obra coube ao próprio Odorico, assassinado a tiros por Zeca Diabo (Lima Duarte), um matador que o prefeito havia contratado para “providenciar” o primeiro morto do novo cemitério.
Tecnologia do Blogger.