Policial lotado no BPM de Serrinha é torturado e morto após atender ligação e sair de casa em Feira de Santana

Foto: Reprodução / PCS

Um cabo da Polícia Militar lotado no 16º Batalhão (BPM) de Serrinha foi encontrado morto com sinais de tortura no bairro Nova Esperança, em Feira de Santana, a cerca de 68 quilômetros de Serrinha, na noite de quarta-feira (26). Até o início da tarde desta quinta (27), ninguém havia sido preso pelo crime.

O corpo do PM foi encontrado por moradores do bairro, que acionaram a delegacia da cidade. De acordo com o delegado Rodolfo Faro, titular da Delegacia de Homicídios, a vítima é Antônio José Pereira Braga, de 49 anos, conhecido como "Cabo Braga". 

"Ele foi encontrado enforcado, com grande parte do corpo queimado e de cueca", confirmou o comandante de Policiamento Regional do Leste (CPR Leste), coronel Luziel Andrade. De acordo com o oficial, o corpo do cabo foi encontrado após dois dias que sua a família havia informado do seu desaparecimento à polícia.

De acordo com a PM, ele estava de folga e desapareceu ainda na noite de terça-feira (25). "Familiares disseram que ele tinha retornado de Salvador, onde estava trabalhando no carnaval, e saiu de casa após receber um telefonema e não retornou", relatou. Além do corpo queimado, a vítima tinha um fio amarrado no pescoço.

O corpo dele foi reconhecido por familiares ainda na quarta-feira, no Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Feira de Santana. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Feira de Santana investiga a motivação e autoria do crime.

Há 23 anos na corporação, Antônio José atuou na Companhia de Emprego Tático Operacional (CETO) e no 3º Pelotão de Santa Bárbara. Atualmente ele prestava serviço no 4º Pelotão da 1ª Companhia na cidade de Santanópolis. O militar deixa esposa e duas filhas.

Segundo a PM, ele tinha postura disciplinada e discreta, elogiada pelos comandantes. O enterro do corpo do cabo será na tarde desta quinta-feira (27), no Cemitério Jardim Celestial, em Feira de Santana. O comando do 16º BPM lamentou a morte do policial e emitiu nota de pesar.

Leia a nota na íntegra abaixo:

É com pesar, que o 16º Batalhão de Polícia Militar comunica o falecimento do Cabo PM Antônio José Pereira Braga, 49 anos, e 23 anos servindo à corporação. Cabo Braga ingressou na PM/BA no ano de 1997, estava lotado na 1ª Companhia, no Pelotão de Santanópolis. 

O 16º Batalhão de Polícia Militar lamenta a morte deste honrado guerreiro, externando aos amigos, companheiros de trabalho e familiares, os nossos sentimentos de mais profundo pesar.


Fonte: Portal Cleriston Silva
Tecnologia do Blogger.