Suspeito de esquartejar, torturar, estuprar e transmitir vírus da Aids de propósito continua preso no ES


Foto: Reprodução / Folha Vitória

Continua preso no Espírito Santo o homem suspeito de esquartejar a mulher e torturar, estuprar e transmitir vírus da Aids de propósito para outras vítimas. Gutemberg Alves, de 42 anos, era procurado pela polícia do Rio de Janeiro e foi preso em Domingos Martins na segunda-feira (10). Ele segue no Centro de Triagem de Viana até que a Justiça carioca solicite sua transferência.
Após uma denúncia anônima, a polícia descobriu que Gutemberg Xavier Alves, de 42 anos, estava vivendo em Domingos Martins, na região serrana do Espírito Santo, ao lado de outra mulher. Para não ser reconhecido, ele usava outra identidade, que não foi divulgada.
Segundo as investigações, após matar e esquartejar a companheira, Franciane Moises Pedro, de 27 anos, ele ainda teria enterrado o corpo da vítima no quintal da casa onde moravam.
Atrocidades
Além de toda a barbaridade que teria sido cometida pelo acusado, a polícia investiga a denúncia de que Gutemberg chegou a obrigar a companheira a comer fezes e tatuar a frase 'Gutemberg, eu te amo'. Ele também é suspeito de transmitir propositalmente o vírus HIV para outras mulheres no Rio de Janeiro.
Com informações da Folha Vitória.
Tecnologia do Blogger.