Cães são treinados para sentir o cheiro da Covid-19 em pessoas assintomáticas

Foto: Divulgação

Os cachorros são capazes de sentir cheiros que muitas vezes os seres-humanos não conseguem detectar. E essa habilidade canina pode ser uma aliada no combate ao coronavírus. 

Um grupo de cientistas do Reino Unido está treinando cachorros para que eles possam reconhecer o cheiro da Covid-19. Há estudos que comprovam que as doenças têm cheiros. Dizem que a febre amarela, por exemplo, cheira a carne crua. A tuberculose, por sua vez, começa com cheiro de cerveja velha, mas depois se torna mais como uma espécie de salmoura. 

“Poderíamos detectar uma colher de açúcar em uma xícara de chá, mas um cachorro poderia detectar uma colher de açúcar em duas piscinas olímpicas. É nesse nível”, afirma o professor James Logan, chefe do departamento de controle de doenças da Escola de Higiene de Londres e Medicina Tropical, em entrevista ao jornal britânico “The Guardian”. 

O projeto da Covid-19 está atualmente na fase de coleta de amostras. O estudo é feito com meias de náilon que ficam com odores corporais, além de máscaras faciais, enviadas para cerca de 3.200 funcionários do Serviço de Saúde Nacional do Reino Unido que usarão as máscaras por um período e devolverão ao laboratório de James Logan para análise.

As informações são do G1.
Tecnologia do Blogger.