Governo anuncia parceria para produção de vacina contra COVID-19

Foto: SECOM / Governo Federal

Finalmente o Governo Bolsonaro parece estar se dando conta que investir na falácia da cloroquina como "cura" para o coronavírus não levaria a lugar nenhum, a não ser o estímulo de mais mortes, pelos efeitos colaterais do fármaco. Ontem (23), o ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, comunicou que o Governo deve assinar acordo para produção de vacina contra o vírus, que está em fase avançada de testes.

Trata-se de vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, e que deve ser produzida pela biofarmacêutica britânica AstraZeneca. “Estamos em ligações paralelas com a universidade e a AstraZeneca bem adiantadas, envolvendo a Fiocruz e a BioManguinhos. A Casa Civil está analisando a assinatura para os próximos momentos, hoje ou amanhã. Ainda nesta semana”, disse Pazuello em audiência pública da Comissão Mista do Congresso Nacional.

O chefe interino do Ministério da Saúde também disse que há outras duas vacinas a serem testadas, uma americana e outra chinesa, embora a britânia seja considerada a mais avançada, e tenha sido a primeira a entrar nos chamados estudos clínicos de fase 3 - última exigida por agências de regulação para aprovação.
Tecnologia do Blogger.