Covid-19: Grupo invade hospital no Rio de Janeiro, chuta portas e derruba computadores

Foto: Reprodução

Um grupo formado por pelo menos seis pessoas provocou tumulto e confusão em um hospital do Rio de Janeiro na tarde desta sexta-feira (12). Contrariando as normas de boa convivência e respeito para com doentes em tratamento, eles invadiram alas restritas a médicos e pacientes, gritando, desferindo chutes nas portas e durrubando computadores.

Segundo testemunhas relataram ao jornal Extra, as pessoas seriam parentes de uma paciente que morreu por Covid-19 no Hospital Ronaldo Gazolla, referência no tratamento da doença no Rio de Janeiro. Aos gritos, eles alegavam que tinham o direito de verificar os leitos para ver se estavam mesmo ocupados. Ainda de acordo com os relatos, o grupo gritava "Mentira! mentira!". 

Nesta quinta-feira (11), o presidente Jair Bolsonaro pediu aos seus seguidores nas redes sociais que filmem o interior de hospitais públicos e de campanha para averiguar se os leitos de emergência estão livres ou ocupados. Em live nas redes sociais, ele defendeu que, caso as imagens demonstrem alguma anormalidade, elas sejam enviadas ao governo federal, que o repassará para a Polícia Federal ou para a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) para que sejam investigadas.
Tecnologia do Blogger.