Pandemia deixa Serrinha sem a tradicional festa de São João e sem fogueiras

Av. Senhora Santana / Foto: Aílton Pimentel

Na música Olha Pro Céu, gravada em 1951, o pernambucano Luiz Gonzaga eternizou as festas juninas – tradição no Nordeste – cantando sobre os balões, o baião, o xote e dizendo que até o céu entra em festa na noite de São João. Em 2020, pela primeira vez, essa festividade não foi realizada em função do distanciamento social, recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como forma mais eficaz de reduzir a transmissão do novo coronavírus. Até a última terça-feira, 23, foram confirmados 261 casos da covid-19 em Serrinha, dentre os quais 2 foram a óbito.

Em função desse quadro, a cidade adotou um funcionamento de distanciamento social, seguindo as recomendações estaduais, para evitar aglomerações. Por isso, esta foi a primeira vez, desde que o atual prefeito Adriano Lima assumiu a prefeitura, que a festa pública do São João não foi realizada no município.

Além da festa que nos anos anteriores foi realizada no estádio municipal, a prefeitura proibiu queima de fogueira na cidade, medida adotada como prevenção e meio de amenizar o sofrimento das pessoas infectadas pelo coronavírus.

90% da cidade aderiu a proibição a queima de fogueiras e a queima de fogos, mas há relatos que em algumas ruas de alguns bairros houve fogueiras, festa particular e bebedeira. 

Segundo uma internauta, em uma publicação no Facebook, em um local da cidade um paciente de COVID-19 precisou ser encaminhado para o hospital por causa da inalação da fumaça produzida pela queima de fogueira. 

A foto acima é da avenida Senhora Santana, no bairro da Santa. Tradicionalmente esta rua, no São João, é muito animada com centenas de fogueiras nas frentes das residências, mas ontem (23), os moradores entenderam a importância de não queimar fogueira e a rua estava totalmente deserta. 

Em tempo, o Portal Aílton Pimentel parabeniza todas as pessoas responsáveis que neste período difícil souberem respeitar o decreto da prefeitura e principalmente, a condição atual de algumas pessoas. 

O vírus continua circulando em nossa cidade, por tanto fique em casa. E se precisar sair, sempre use máscara e mantenha o distanciamento de no mínimo 2 metros da outra pessoa. 
Tecnologia do Blogger.