Bolsonaro: Usar máscara é "coisa de viado"

Foto: Reprodução/Google

Demonstrando seu lado infantilizado e, convenhamos, homofóbico, o presidente Jair Bolsonaro recusava-se a fazer uso da máscara quando a pandemia se intensificou no país.
Segundo relatos de pessoas que chegaram a visitar Bolsonaro, o presidente "se recusava a usar máscaras, o que induzia convidados a seguir o exemplo. Fazia questão de se aproximar para cumprimentar com um aperto de mão", informou a colunista Mônica Bergamo.
Ao perceber que os convidados se demonstravam tensos ignorando as precauções contra a Covid-19, o presidente afirmou que "aquele medo era besteira".
Bolsonaro ainda brincava com os funcionários, perguntando quem usava máscara e dizendo que usar máscara é "coisa de viado".
Enquanto a nação evolui para renegar tais comentários pequenos, o maior representante do Brasil insiste em falas tanto negacionistas quanto à pandemia como homofóbicas.
É uma vergonha sem tamanho ter um representante como este.
Tecnologia do Blogger.