Em frente a hospitais, menino ora para pessoas doentes e pacientes com covid-19

Fotos: Reprodução/Acorda Cidade

Apesar de ter apenas 10 anos de idade, o garoto Luan Menezes Carneiro, morador de Feira de Santana, já tem uma experiência de fé muito grande e muito bonita em sua vida. Ele se emocionou e emocionou muita gente com o gesto que teve esta semana de ir até a porta de alguns hospitais da cidade para orar para as pessoas doentes, principalmente pacientes que estão enfrentando a covid-19.

O Acorda Cidade conversou com Luan e também sua mãe Gilsara Menezes Carneiro e eles contaram como surgiu a ideia de orar e pedir a Deus para que cuide e proteja os doentes. Gilsara contou que ela e o filho frequentam a Igreja Senhor dos Passos e que Luan está fazendo catequese na escola João Paulo I e aprendendo sobre os ensinamentos da fé cristã.

A motivação e o pedido para que a mãe o levasse até a frente dos hospitais veio depois que ele viu um vídeo publicado no instagram da diretora pedagógica da escola em que estuda, a professora Judinara Braz. No vídeo apresentava pessoas e religiosos fazendo orações para pessoas doentes e muitos pacientes recuperados da covid-19 e isso tocou no coração de Luan.

“Após ver esse vídeo ele me pediu para conversar com Deus na frente dos hospitais, A palavra gratidão descreve o sentimento diante das atitudes dele. Luan é uma criança de muita fé, desde pequeno costuma agradecer a Deus por tudo e fala que mesmo que aconteça algo que não gostamos temos que entender o que Deus colocou no nosso caminho e temos que aprender. Por estudar em uma escola que tem no seu cotidiano, independente da religião, a palavra de Deus, a fé é fortalecida junto com a família”, afirmou Gilsara ao Acorda Cidade.

Luan comentou que quando ficou em frente aos hospitais sentiu uma emoção tão grande que não consegue nem descrever em palavras. Ele considerou o momento como um encontro com Deus muito importante e relatou que sua conversa com Deus foi de fé e agradecimento.

Assim como a maioria dos garotos da sua idade, o garoto gosta muito de brincar, jogar videogame, fazer natação, jogar futebol e relatou que gosta também de orar.

A oração e a fé estão presentes no dia a dia de Luan e para ele, Deus é Pai das pessoas na Terra e a expressão do amor, carinho, fé e solidariedade. Esse ano ele irá realizar sua primeira eucaristia e as aulas de catequese estão lhe preparando para este momento tão aguardado e muito especial.

Em seus dez anos de vida, em sua pureza de criança, o garoto, além de emocionar com o seu gesto de oração e de fé, traz muitas reflexões para tantas pessoas neste momento de pandemia e da importância de cada vez mais se conectar com a espiritualidade para enfrentar os momentos difíceis.

Traduzindo a mensagem bíblica de Mateus 18:5: “Quem recebe uma destas crianças, em meu nome, a mim me recebe”, Luan levou para frente dos hospitais a palavra de Jesus, seu amor e esperança.

Ele deixou um recado para todos aqueles que estão tristes neste momento e vivenciando pouca fé.

“Da mesma forma que devemos nos alimentar com comidas saudáveis, devemos nos nutrir das palavras de Deus, independente de religião”, concluiu.

Fotos:





Tecnologia do Blogger.