“Homem Pateta” que induzia crianças e adolescentes ao suicídio tem identidade descoberta

Foto: Reprodução

Nas redes sociais, vários perfis já se identificam como “Homem pateta” e Jonatan Galindo, o que dificulta o trabalho da investigação.

O próprio Facebook já informou que está investigando o caso e que perfis que induzem a automutilação são sujeitos à remoção.

Segundo investigações preliminares, os primeiros posts relacionados ao personagem foi feitos em 2017, com publicações em espanhol. Apesar de não ter casos confirmados no Brasil, vários perfis já se identificam como o personagem.

Além da Polícia Civil, o Ministério Público Federal também investiga o caso. Vale lembrar que a prática de indução a suicídio ou automutilação no Brasil é crime desde o ano passado. A pena é de 6 meses a 6 anos de prisão.
Tecnologia do Blogger.