Bolsonaro diz que 'pressa' por vacina contra a Covid-19 'não se justifica'

Foto : Reprodução

 O presidente Jair Bolsonaro voltou a afirmar que a pandemia está "chegando ao fim", ainda que os números indiquem o oposto, e questionou a "pressa" pela aprovação de uma vacina contra a covid-19. 

"A pressa pela vacina não se justifica, porque você mexe com a vida das pessoas", disse o presidente durante entrevista conduzida por seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). "Não há guerra, não há politização da minha parte. Nós esperamos uma vacina segura. Parece que a Inglaterra começou a vacinar agora.  Por que a gente tem que ser o primeiro?", disse Bolsonaro.

A declaração é semelhante à do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, que recentemente disse não entender por que há tanta "ansiedade" pelo imunizante. 

Apesar da 'calma' do presidente, todas as regiões do Brasil apresentam aceleração na taxa de mortes da doença: Centro-Oeste (36%), Nordeste (22%), Norte (25%), Sudeste (24%) e Sul (33%), segundo o consórcio de veículos de imprensa. O Brasil registrou 678 novos óbitos por covid-19 em 24h.

Tecnologia do Blogger.