Cientistas pesquisam casos de idosos com mais de 100 anos curados da Covid-19

 

Foto: Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas

A recuperação de idosos com mais de 100 anos infectados com o coronavírus no país têm chamado a atenção de médicos e pesquisadores. Apenas no Nordeste, há casos recentes em pelo menos quatro estados.

O Centro de Pesquisas do Genoma Humano e Células Tronco da Universidade de São Paulo (USP) está conduzindo um estudo científico sobre centenários que foram curados da doença e jovens que morreram com a mesma infecção. Os pesquisadores buscam descobrir a relação com um genoma em resposta à Covid-19.

O último registro foi de um morador da cidade de Marechal Deodoro (AL), em Maceió. Aos 104 anos, Benedito Correia dos Santos, após 12 dias de internação na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital da Mulher, recebeu alta.

Em Salvador (Ba), Yvone Bomfim Oliveira, de 99 anos, recebeu alta na última quinta-feira (24), véspera do Natal. Ela recebeu a notícia da cura após 12 dias internada no hospital Itaigara Memorial, sete deles na UTI.

O Brasil tem 24 mil habitantes com mais de 100 anos, de acordo com os últimos dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2018. A expectativa atual de vida dos brasileiros é de 76 anos.

Tecnologia do Blogger.