Coronéis criticam governo Bolsonaro e atuação do general Pazuello na Saúde

Foto : Carolina Antunes/PR

Além de críticas de generais como Santos Cruz, Brito e Sérgio Ferolla ao governo federal, coronéis também vêm apontando o dedo para a gestão de Jair Bolsonaro e para a atuação do ministro da Saúde, o general Pazuello. Conforme informações de Marcelo Godoy, no jornal Estado de S.Paulo, dois coronéis se destacam: Marcelo Pimentel Jorge de Souza e Péricles da Cunha.

Marcelo Pimentel, que sempre se recusou a apoiar Bolsonaro por julgá-lo um mau militar, recentemente escreveu um texto no qual avaliou a atuação do ministro da Saúde, o general Pazuello. Em "O Logístico que não segue o Manual", o coronel afirma que o manual de Logística do Exército Brasileiro deveria estar na cabeceira do "gênio" da logística que comanda a Saúde do País para as operações de prevenção, tratamento e imunização da covid-19.

No entanto, Pimentel conclui: "Você acha que o 'logístico' está seguindo o manual de logística? Eu acho que não! Logo, pede pra sair...Pazuello!". 

Já Péricles da Cunha, que é crítico a Lula e a Bolsonaro, escreveu: "Se o despreparo do general intendente no Ministério da Saúde equivalesse ao do Exército, a Bolívia poderia conseguir sua saída para o mar. Pelo Atlântico."

Tecnologia do Blogger.