Nova pesquisa eleitoral é divulgada; petistas perdem em quase todos os cenários

Foto: Reprodução

 De acordo com um novo levantamento realizado pelo instituto Paraná Pesquisas, Lula e Haddad - os dois mais prováveis candidatos do PT - terão dificuldades se quiserem chegar à presidência da República em 2022. Isso porque nas duas simulações de primeiro turno, ambos aparecem fora das duas primeiras colocações.

No primeiro cenário, Haddad aparece numericamente em quarto lugar, embora esteja empatado dentro da margem de erro de dois pontos percentuais com o segundo, Sergio Moro; o terceiro, Ciro Gomes; e o quarto, Luciano Huck. Seu percentual de voto foi de 15,4% para 11,7% entre julho de 2020  e janeiro deste ano.

Já no segundo cenário analisado com o professor, o apadrinhado de Lula aparece em terceiro lugar, mas também empatado com o segundo, Ciro; e o terceiro, Huck, dentro da margem de erro. No período, seu percentual de votos caiu de 14,1% para 9,5%.

Lula, por outro lado, ainda tem chances de chegar em um eventual segundo turno; entretanto, no único cenário em que é inserido, seu percentual recuou quase seis pontos no período – de 23,1% para 17,3%. Caso chegue ao segundo turno, o petista oferece algum risco à reeleição de Bolsonaro, ao aparecer menos de sete pontos percentuais atrás do adversário – tem 35,7% contra 42,4% do atual presidente.

Bolsonaro lidera a pesquisa sobre a corrida presidencial.



Tecnologia do Blogger.