"É uma pá de cal para os bares", diz sindicalista sobre decreto de Rui Costa

Gétulio Andrade - Foto: O Protagonista

 “É uma pá de cal no segmento de bares”. A avaliação é do presidente do Sindicato de Bares, Restaurantes e Hotéis, Getúlio Andrade.

Em entrevista exclusiva ao Protagonista, nesta segunda-feira (22), Getúlio afirma que o decreto estadual do governador Rui Costa vai provocar o fechamento de estabelecimentos, que já sofriam os efeitos da pandemia desde o ano passado, quando chegaram a ficar cinco meses fechados.


“Os bares abrem, normalmente, por volta das16h30min a 17h. Com a determinação do decreto de fechamento às 18h, é inviável o funcionamento dos estabelecimentos. Restaurantes ficam restritos a funcionar só meio-dia. Assim não há como manter a atividade”, argumenta.


“E o que é pior, é não ter nenhuma projeção que indique quando a situação vai ser normalizada. Para chegar a 100% da vacinação da população deve demorar, a julgar pelo ritmo atual de imunização”, observa.


“Estamos buscando medidas compensatórias, nos níveis municipal, estadual e federal. Articulação para suspensão de pagamentos de empréstimos oficiais já feitos é uma medida imediata. É uma situação muito complicada, para não dizer desesperadora da categoria”, avalia Getúlio.

Tecnologia do Blogger.