Vereador sofre agressão ao fiscalizar serviço de saúde em Itanhém (BA)

Vereador André Correia - Foto: Divulgação

 Ao ser eleito vereador o tem autoridade com poderes para fiscalizar as ações do Poder Executivo. Todos os servidores, cidadãos, dentro da lei, em seu município, precisam respeitar essa autoridade e contribuir para o pleno funcionamento dos serviços públicos.

Mas não foi o que aconteceu na cidade de Itanhém, região Sul da Bahia, no dia 4 de março. O vereador André Correia foi agredido dentro da Câmara de Vereadores simplesmente porque enviou um ofício solicitando o quadro de odontólogos especialistas e suas respectivas cargas horárias e a produtividade. 

O autor da agressão foi o pai de uma das odontólogas. A ameaça, registrada por vídeo, deixou o vereador surpreso. Se não fosse a intervenção dos demais servidores da Câmara, o resultado poderia ter sido pior. 

“Tentei explicar para ele que estava fazendo o meu papel, mas o cidadão não escutou”, expressou assustado o vereador André Correia. Ele registrou um boletim de ocorrência e vai entrar com um processo na justiça.  

A União dos Vereadores da Bahia (UVB-Ba) interveio no caso, emitindo uma nota de repúdio e total apoio ao vereador. Para a presidente da entidade, a vereadora serrinhense, Edylene Ferreira, o caso é gravíssimo pois agride não apenas o vereador, mas todos os vereadores e a democracia. “Estamos vivendo momentos delicados em nosso país e quando tem um político, um vereador, que quer fazer o seu trabalho, é agredido? Temos uma missão de fortalecer o Poder Legislativo Municipal, mostrando o compromisso que os vereadores têm com a causa pública. Espero que esse fato chame atenção da população para a importância do trabalho do vereador”, expressou indignada a representante dos vereadores baianos.

Casos como esse mostram que o problema da corrupção não é restrito à classe política, mas que está impregnado na sociedade e que existem muitos bons políticos comprometidos com a justiça social.


A União dos Vereadores da Bahia (UVA-BA), enquanto entidade representativa dos Vereadores da Bahia, vem a público manifestar seu repúdio ao ato desrespeitoso e antidemocrático ocorrido na manhã dessa terça-feira (16/03/21) no município de Itanhém – BA.

Neste episódio ocorrido na sede da Casa Legislativa do Município de Itanhém - BA, evidencia-se que no imaginário de alguns ainda se pode intimidar e/ou agredir parlamentares no exercício de suas funções quando têm seus interesses contrariados.

É imperativo que o Vereador possa exercer livremente seu papel fiscalizador. E a UVB – BA continuará atuando para garantir todas as prerrogativas dos parlamentares bem como o respeito aos espaços usados para o exercício dessas prerrogativas no âmbito de seus mandatos.

É inaceitável que em pleno Século XXI, pessoas possam agir como em tempos medievais.

A constituição de uma sociedade livre, justa e democrática pressupõe o reconhecimento do papel de cada um e o respeito à um representante do povo eleito e no exercício de seu mandato representativo.

Lamentamos profundamente o ocorrido. A UVB-BA se solidariza com o vereador André Correia e reforça, mais uma vez, seu repúdio ao ato de selvageria que não atentou apenas contra o vereador, mas contra o povo representado e a todo o Poder Legislativo.

Tecnologia do Blogger.