Cachorro fica triste por óbito da tutora e morre logo em seguida em Conceição do Coité

Foto: Ilustrativa

 Um cachorrinho, chamado menino, era conhecido na vizinhança por ser mimado pela sua tutora, Antônia Silva. Os dois moravam na Fazenda Sítio I, trecho de Conceição do Coité, na região do Sisal da Bahia. Na manhã da última quinta-feira (29), um episódio envolvendo a dona e o pet mostrou o quanto eles tinham uma relação profunda. 

Antônia, conhecida como dona Niete, tinha 66 anos e já tinha sobrevivido a um câncer cerca de dez anos atrás. Depois disso, a mulher descobriu que tinha um problema no coração e precisou passar por uma cirurgia, que foi bem sucedida. Recentemente, no entanto, a tutora de Menino teve que se submeter a uma nova cirurgia e a equipe médica afirmou que as chances de ela sobreviver eram poucas.

A filha de dona Niete, Núbia Santos, afirmou que, na noite quando ela comentou o estado de saúde da sua mãe com o cachorrinho, na noite de terça (27), Menino ficou desanimado e não se alimentou. “No dia seguinte demos um leite e ele tomou, ficou espertinho de novo e pulando parecia recuperado. Dois dias depois, quando o comentário chegou em casa que minha mãe tinha morrido, horas depois ele foi encontrado morto”, contou Núbia ao Calila Notícias. 
 
Núbia e conhecidos de dona Niete afirmam que a morte do cão tem relação com a morte da sua tutora. O médico veterinário Jamson Rocha afirmou ao Calila Noticias que não pode afirmar que a causa da morte do cachorro foi ocasionada pelo falecimento de dona Niete. "Não examinamos o animal para saber seu estado de saúde atual, mas eles se emocionam e a gente já viu vários relatos não só de cachorro como outros animais que demonstram o sentimento pela perda do seu dono”, explicou o veterinário.

Tecnologia do Blogger.