Morre o mais querido garçom de Serrinha, Tuca Carneiro, aos 70 anos

Tuca Carneiro - Foto: Reprodução

 Morre em Serrinha aos 70 anos de idade o mais conhecido e folclórico garçom da cidade, Tuca Carneiro, figura queridíssima e que trabalhou nesta profissão durante muitos anos de sua existência. Tinha uma peculiaridade: adorava um goró, mas, em serviço não triscava na bebida alcoólica, exceto para servir as pessoas que lhe contratava. E era um execelente garçom. Amigo, atencioso e conhecia meia-Serrinha.

Fora do trabalho ninguém segurava Tuca, mas, não caia. Mesmo tomando umas e outras sua bicicleta fazia voltas incríveis, mas não ia ao solo. Serrinhense de raiz, creio, nunca saiu da Serra para lugar algum. Tinha momentos, em alguns festas que frequentei e Tuca era garçom, que, para ser mais rápido no serviço dispensava a bandeja e vinha com o copo de uisque em mãos. 

Nas comemorações dos meus 20 anos de casados com Ohara, no casarão, em 2013, contratei os serviços de Tuca (mais uma vez) e ele foi exemplar com sua vestimenta de garçom e a gravata borboleta. Já na madrugada da festa falei para ele: - Vamos tomar uma Tuca. - Não. Trabalhando não bebo, respondeu. Partiu, hoje, para outra esfera espiritual.

Por: Tasso Franco

Tecnologia do Blogger.