Três irmãos agricultores que recusaram vacina contra a Covid-19 morrem em intervalo de 8 dias em SC

Foto: Funerária Menino Deus/Divulgação

 Os irmãos Valdir, Deneci e Denilde morreram em decorrência da Covid-19 em um intervalo de oito dias. Agricultores, eles moravam em São João do Sul, no Sul catarinense e não haviam se vacinado contra a Covid-19 por escolhas próprias, segundo a prefeitura da cidade.

Uma das irmãs, Denilde, de 53 anos, a mais velha, e Valdir, de 48, o mais novo do trio, morreram no dia 13 de setembro. Na última terça-feira (21), a outra irmã, Deneci, de 51 anos faleceu. Os três foram sepultados no cemitério do município.

Segundo informações do G1, a última das vítimas ficou três semanas internada. Ela teve problemas renais e foi submetida a uma traqueostomia.

Caso os irmãos tivessem seguido o cronograma estadual de vacinação, estariam completamente imunizados no momento que contraíram o novo coronavírus.

Segundo a prefeitura, familiares das vítimas que também tinham negado a imunização, procuraram o posto de saúde após as mortes. A Secretária de saúde disse que o caso é atípico.

Tecnologia do Blogger.