Vulcão capaz de gerar grande tsunami na Bahia entra em estado de alerta

Foto: Reprodução/Correio24horas

 Um vulcão do litoral da África, mais precisamente nas Ilhas Canárias,  entrou em estado de alerta para uma possível erupção e está preocupando em oceanógrafos aqui no Brasil. O motivo é, de acordo com os especialistas, que uma erupção explosiva do Cumbre Vieja poderia provocar um tsunami que atingiria a costa do Nordeste.

A possibilidade ainda é considerada remota, mas digna de atenção. No momento, o Cumbre Vieja está no nível de alerta número 2. Existem quatro níveis. O terceiro é um "alerta máximo" de uma erupção iminente. Já o quarto é quando o evento já está em andamento.

A alteração de nível do vulcão ocorreu pela detecção de aumento significativo nos movimentos sísmicos desde sábado (11). As atividades tectônicas, que seguem ocorrendo ao longo desta semana, são um indicativo da proximidade de uma erupção.

Tsunami
Ocorrendo uma erupção explosiva, a onda de choque provocaria a formação de tsunamis que atingiriam todo o Atlântico, do Estados Unidos ao sul do Brasil. As áreas mais atingidas seriam o Caribe, Golfo do México e Nordeste brasileiro, que experimentaria ondas de até cinco metros de altura. Um vídeo simula como seria a chegada das ondas ao litoral brasileiro (veja a simulação aqui).

Esse vulcão é considerado a chance mais real do Brasil ser atingido por um tsunami, explica o oceanógrafo Carlos Teixeira, professor da Universidade do Ceará (UFC).

"Após a erupção, as ondas chegariam ao litoral brasileiro em apenas seis horas. Por isso, a preparação para um tsunami precisa ser feita com bastante antecedência para dar tempo de evacuar toda a população. Se não, o banhista vai estar no Porto da Barra e será surpreendido pela onda gigante", explica o professor.

Uma onda de 5 metros, por exemplo, seria capaz de alagar e destruir basicamente toda a Cidade Baixa. O Mercado Modelo ficaria quase submerso e apenas as áreas da Cidade Alta ou de morros, como Brotas, passariam ilesas. As informações são do Correio24horas.

Tecnologia do Blogger.