Ministério da Saúde vai liberar 3ª dose da vacina contra Covid para todos os adultos

Foto: Dinaldo Silva / BNews

 Ministério da Saúde reduziu o intervalo da dose de reforço da vacina contra Covid-19 de seis para cinco meses após o esquema vacinal completo (dose única ou duas doses). Além disso, a partir de agora, a dose adicional está liberada para qualquer pessoa com mais de 18 anos. A decisão foi anunciada em coletiva de imprensa no Ministério da Saúde nesta terça-feira (16).

"Graças às informações que temos dos estudos científicos, nós decidimos ampliar a dose de reforço para todos acima de 18 anos que tenham tomado a segunda dose há mais de cinco meses", disse o ministro Marcelo Queiroga.

Desde o fim de setembro, o Ministério da Saúde indica a aplicação da dose de reforço em pessoas acima de 60 anos, além de integrantes de grupos de risco, como pacientes em quimioterapia, com imunodeficiência, pessoas que vivem com HIV/Aids, entre outros casos.

Queiroga explicou que o ministério não divulgará um calendário por faixa etária para a tomar a dose adicional. "Acima de cinco meses da segunda dose, independentemente da idade, já se pode buscar a sala de imunização", disse o ministro da Saúde.

Para a dose de reforço, o Ministério da Saúde orienta que a pessoa tome um imunizante diferente do usado no esquema vacinal. 

O Brasil tem 58,9% da população com o primeiro ciclo vacinal completo. Cerca de 75,7% da população recebeu ao menos uma dose. Os dados são do consórcio formado pelos veículos Folha, Uol, O Estado de S. Paulo, Extra, o Globo e G1.

Tecnologia do Blogger.