Pai suspeito de estuprar a filha de três anos é preso no oeste da Bahia

 

Foto: Reprodução / Metro1

O pai de Ilana Pereira Santos, de 3 anos, que morreu após ter sido estuprada na região de Formosa do Rio Preto no oeste da Bahia, foi preso na última quarta-feira (5). O homem identificado pelas iniciais A.S.S, de 33 anos, é considerado principal suspeito do crime, segundo informações da Polícia Civil. 

De acordo com o delegado Arnaldo Alves do Monte, um dos responsáveis pelo caso, a mãe da criança admitiu que o companheiro foi o responsável pelo crime. A mulher afirmou que A.S.S praticou "atitudes satânicas" contra a menina. A confissão foi feita depois da prisão do suspeito.

Ainda segundo o delegado, o suspeito estava se preparando para fugir quando notou a presença da polícia. Com a prisão, os outros cinco filhos do casal passarão por exames médicos para investigação de possíveis novos estupros. Por serem menores de idade, o Conselho Tutelar foi acionado e passou a guarda das crianças para uma tia.

O pai da menina é acusado de estupro de vulnerável seguido de morte, crime considerado hediondo. A polícia pediu a prisão temporária do suspeito e aguarda resposta do Poder Judiciário.

O caso

A menina de 3 anos morreu na tarde da última segunda-feira (3), na zonal rural de Formosa do Rio Preto, cidade a cerca de 240km de Luís Eduardo Magalhães.

Segundo informações do delegado que investiga o crime, Joaquim Rodrigues, o estupro provocou uma embolia pulmonar causada por lesões internas no baço, fígado e pulmão. A menina chegou a ser socorrida para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Luís Eduardo Magalhães. Ela foi atendida, medicada e intubada, mas não resistiu aos ferimentos. O laudo divulgado na tarde de terça-feira (4), confirmou que a criança foi vítima de estupro há cerca de 15 dias. 

Tecnologia do Blogger.