Bolsonaro, Lula e Padre Fábio de Melo: cantora cita famosos em música de cunho sexual e gera polêmica; veja vídeo


Foto: Reprodução/Instagram

Juliana Caetano se tornou um dos assuntos mais comentados no Twitter nessa terça-feira, 1º, após lançar a música “Quem Vai Querer Minha Periquita”, em que cita diversos famosos de maneira polêmica. Cover de uma canção dos anos 2000 de mesmo nome da Banda Katrina, o lançamento recebeu um videoclipe e muita atenção dos internautas devido às diversas referências em sua letra.

Ao longo da música, Juliana aponta para quem “daria” ou não sua “periquita”. O primeiro mencionado é Gusttavo Lima, que estaria “doido para ficar solteiro”. Depois, a cantora diz não a Jair Bolsonaro, que poderia “metralhar a periquita”. Juliana então comenta positivamente Boninho, diretor de núcleo do Big Brother Brasil (BBB), para conseguir uma chance de entrar no reality.

Já Luan Santana “pode não gostar da periquita”, continua a cantora. Ela então afirma que o Padre Fábio de Melo mantém relações sexuais escondido, apesar de sua castidade. Juliana afirma que não “daria a periquita” para o DJ Ivis, que poderia “bater nela”, em referência ao caso de agressão física do artista, e para o ex-presidente Lula, que poderia “roubar a periquita”.

Juliana também cita Pabllo Vittar. Ela usa pronomes masculinos para se referir à cantora e afirma que “guarda uma rolinha escondida”, em alusão ao fato de Pabllo ser uma drag queen.

Assista abaixo o videoclipe de “Quem Vai Querer Minha Periquita”



Quem é Juliana Bonde?

Natural de Barreiras, Bahia, Juliana começou a cantar na igreja e mais tarde se tornou vocalista do Bonde do Forró, por isso o apelido de Juliana do Bonde. O grupo foi fundado em 2003 em São Paulo pelo produtor DJ Maluco e trabalha com o gênero forró eletrônico. Fora da carreira como cantora, Juliana é conhecida por usar sua sensualidade como arrecadação financeira.

Ela tem um grupo de conteúdo adulto no WhatsApp, cujos integrantes precisam pagar assinatura para participar. No Instagram, ela conquistou seguidores respondendo perguntas enquanto usa roupas curtas e faz poses provocantes. Também já participou de reality Mansão Bonde, no YouTube, e se tornou apresentadora.

Publicamente a favor de Bolsonaro, Juliana assumiu seu posicionamento político em 2018, organizou mutirão de votos para o presidente, vestiu blusas com o rosto do presidente e acusou diversos artistas de serem contra a candidatura do político devido à Lei Rouanet. Pós-2018, ela continuou endossando o governo de Bolsonaro. Sua personalidade controversa já foi alvo de diversos ataques nas redes sociais, mas Juliana segue conquistando audiência.
Tecnologia do Blogger.