Mulher é morta após assassinar homem que estuprou a filha dela

Foto: Reprodução/Redes sociais 

 Uma mulher de 30 anos, que havia matado um homem acusado de estuprar a sua filha, em 2021, foi assassinada a tiros na quarta-feira (2). A polícia investiga se a morte foi consequência do assassinato do estuprador. O caso aconteceu na cidade de Colombo, região metropolitana de Curitiba, capital do Paraná.

Nanes Leal da Silva foi morta com pelo menos cinco tiros na cabeça e no tórax. Ela foi encontrada caída na rua, após moradores ouvirem disparos de arma de fogo. As informações são do portal Banda B.

Testemunhas afirmaram à polícia que a mulher estava dentro de um carro, na companhia de um homem, quando foi assassinada.

“Vizinhos relataram que ela estava dentro do carro e que, de repente, foi tirada do automóvel pelos cabelos e alvejada pelos tiros”, explicou o tenente Ronaldo, do 22º Batalhão de Polícia Militar, à reportagem da Banda B.

Nanes foi detida em dezembro de 2021 após matar a facadas um homem de 25 anos que confessou ter estuprado a filha dela, de apenas dois anos.

O acusado morava há pouco mais de um mês na casa da família. Ela começou a desconfiar do estupro após a filha reclamar de dores nas partes íntimas.

Tecnologia do Blogger.