Delegados da Bahia decidem entregar cargos e suspendem operações

Foto: Divulgação/ADPEB

 Na tarde da última terça-feira (22), 99% dos delegados que possuem cargo comissionado no DHPP e no DRACO assinaram o expediente referente a entrega de cargos que serão direcionados ao governo do estado. Os delegados que não possuem cargos, assinaram uma declaração se comprometendo em não assumir os cargos que ficarão vagos.

“Estamos muito felizes com o posicionamento firme dos delegados de polícia, na verdade, não esperávamos outra postura dos nossos pares que têm mostrado bastante coragem e lucidez diante da atual situação”, elogia o presidente Fabio Lordello.

O ato é em represália ao aumento de 4% concedido pelo Governo do Estado. A categoria aponta ainda ausência de diálogo e falta de investimentos na instituição, em estrutura e na contratação de pessoal.

O Presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado da Bahia, afirma que os servidores da Segurança Pública, na gestão atual, sofreram principalmente cortes de benefícios.

"Desta forma, mostra o descaso que possui com a pasta, enquanto a sociedade sofre com nefastas consequências", afirma.

Segundo o sindicato, os delegados da Polícia Civil da Bahia estão entre os piores salários da categoria em todos os estados do país, ocupando a 24ª posição no ranking salarial.

Leia também: Policiais Civis da Bahia decretam greve geral por 72 horas; eles alegam pouco diálogo por parte do governo do Estado

Tecnologia do Blogger.