Mais de 2.100 habitantes da cidade ucraniana Mariupol morreram na ofensiva russa

Imagens de satélite mostram Mariupol sob ataque das forças russas - Foto: EFE

 Mais de 2.100 habitantes da cidade ucraniana de Mariupol, no sudeste do país, morreram desde o início da ofensiva russa, disse Vadym Boichenko, prefeito da cidade, neste domingo (13).

"Os ocupantes atacam cinicamente e deliberadamente edifícios residenciais, áreas densamente povoadas, destroem hospitais infantis e infraestrutura urbana [...]. Até o momento, 2.187 habitantes de Mariupol foram mortos em ataques russos", continuou o prefeito, no Telegram, segundo informações da AFP.

A ofensiva russa se agravou na Ucrânia e complicou ainda mais o já difícil cenário. Neste domingo (13), forças russas lançaram vários ataques aéreos contra um centro de treinamento militar nos arredores da cidade de Lviv, no oeste da Ucrânia, perto da fronteira com a Polônia, membro da Otan. De acordo com as autoridades locais, 35 pessoas morreram nesse bombardeio.

Os ataques perto da fronteira com a Polônia contribuem para as escalada do conflito. Os membros da Otan já anunciaram que vão responder caso o território da aliança militar seja atacado pelo Exército russo.

Tecnologia do Blogger.