ACM Neto faz duras críticas ao PT e ironiza Rui Costa: "Governador arruma desculpa para discutir violência na Bahia"

Foto: Beatriz de Paula / Metropress

 Pré-candidato ao governo da Bahia pelo União Brasil, ACM Neto fez duras críticas ao PT pelo que classificou de falta de pulso firme para  combater a violência no estado. O ex-prefeito de Salvador disse que o atual grupo político, há 16 anos no comando da gestão, tem eximido sua responsabilidade no trato da questão.  

"A Bahia tem quatro das 10 cidades mais violentas do país. Esse jogo a gente não vai mudar sem uma mudança de postura do governador. Com todo respeito, ao ex-governador Jaques Wagner e atual governador Rui Costa, eles não encararam o problema da violência de frente. Eu vi o governador dizendo, esses dias, que o problema era internacional. Pelo amor de Deus! Não estamos na Ucrânia, onde uma guerra sangrenta e odiosa mata pessoas. Estamos na Bahia. Precisamos encarar isso. E não inventar desculpas", disse em entrevista nesta terça-feira (19) a Mário Kertész, na Rádio Metropole.

ACM Neto também criticou a ação do governo na educação, área comandada nos últimos anos por Jerônimo Rodrigues (PT), seu principal adversário na disputa. 

"Os prefeitos ficam abandonados. Precisa haver uma política ampla, que interligue a educação e pense de forma conjunta no estado. Nossa educação sofre com números baixos no IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), que aponta a Bahia como a pior do Brasil", disse.

Tecnologia do Blogger.