TSE divulga valor que cada partido vai receber do fundão; União Brasil receberá R$ 782 mi e o PT R$ 503 milhões

 Apenas um partido, o Novo, renunciou ao mecanismo de financiamento público de campanha

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou na quarta-feira (15) o valor que cada partido vai receber no rateio do Fundo Eleitoral deste ano. O valor total é de R$ 4,9 bilhões. O União Brasil (União) receberá o maior valor, com mais de R$ 782 milhões.

Em seguida, estão o Partido dos Trabalhadores (PT), com R$ 503 milhões; o Movimento Democrático Brasileiro (MDB), com R$ 363 milhões; o Partido Social Democrático (PSD), com R$ 349 milhões, e o Progressistas, com aproximadamente R$ 344 milhões. Juntas, essas cinco legendas respondem por 47,24% dos recursos distribuídos.

Apenas um partido, o Novo, renunciou ao mecanismo de financiamento público de campanha. O valor foi distribuído entre os 32 partidos políticos registrados no TSE com base em critérios específicos. Os cálculos da distribuição do fundo consideraram os candidatos eleitos nas eleições gerais de 2018, incluindo as retotalizações ocorridas até 1º de junho de 2022.

Os recursos do Fundo Eleitoral ficarão à disposição do partido político somente depois que a sigla definir critérios para a distribuição dos valores.

O Fundo Especial de Financiamento de Campanha, conhecido como fundão, foi aprovado em 2017 pelo Congresso Nacional para compensar a proibição de empresas doarem para campanhas eleitorais. As doações de pessoas físicas continuam permitidas e seriam a única forma de financiar as campanhas se o fundão não tivesse sido criado.

Tecnologia do Blogger.