Alunos de creche em Salvador se atiram no chão para fugir de balas perdidas

Foto: Reprodução/VN

 Os alunos da creche Dália Menezes, que fica no bairro do Nordeste de Amaralina, precisaram se abaixar e permanecer no chão com intuito de se protegerem da troca de tiros que ocorreu na manhã da última segunda-feira (15), nas imaediações da instituição. A unidade atende crianças entre 2 e 5 anos.

Por meio de nota, a secretaria municipal de Educação informou que as atividades na escola foram suspensas devido a insegurança na região. Nenhuma das crianças ficaram feridas após o ocorrido.

Contudo, o tiroteio atingiu uma igreja evangélica próxima a creche, a Nova Geração Peniel. A porta de vidro do templo foi destruída.

"Eu quero que a polícia respeite essa comunidade. Eu sou pastor evangélico, e estou colocando minha cara porque quero justiça. Seu governador, cuidado, porque aqui moram pessoas de bem", cobrou o Pastor Armando em entrevista à TV Bahia.

De acordo com a Polícia Militar, por volta das 08h15 desta segunda, agentes da 40ª CIPM realizavam rondas no bairro da Santa Cruz, que faz parte do complexo do Nordeste de Amaralina, quando se depararam com um grupo de homens armados, que atiraram na guarnição, na altura da localidade conhecida como Beco das Pedras. Houve revide e, após a troca de tiros, os suspeitos fugiram. 

Ainda segundo a PM, não há, até o momento, registro de feridos.

Tecnologia do Blogger.