Policial militar é preso por planejar morte de integrantes de força-tarefa na Bahia

 O PM já havia sido preso anteriormente, investigado por integrar um grupo de extermínio junto com outros policiais. Ele respondia em liberdade e foi preso na unidade em que trabalha.

Foto: Ilustrativa

Um policial militar foi preso na tarde desta quinta-feira (1), no município de Conde, no litoral norte baiano. Alvo de outros inquéritos, o acusado teve a medida cautelar expedida pela Vara Criminal da Comarca de Rio Real, após investigações apontarem que ele planejava a morte de integrantes da Força-Tarefa de Repressão a Grupos de Extermínio e Extorsões da Corregedoria da Secretaria de Segurança Pública.

A ação desta quinta faz parte da Operação Redentor. Segundo o delegado Jackson Carvalho, responsável pelo caso, o homem já era investigado por integrar um grupo de extermínio junto com outros policiais e que, por este motivo, foi preso em dezembro de 2020. 

“Conseguimos aprofundar ainda mais as investigações e descobrimos que ele  planejava a morte de integrantes da Força-Tarefa”, explicou o delegado. O policial militar, que respondia aos crimes anteriores em liberdade e teve o mandado cumprido na unidade em que trabalha. 

Após a realização dos exames periciais, seguirá para a Coordenadoria de Custódia Provisória, situada nas instalações do Batalhão de Polícia de Choque, em Lauro de Freitas.

Tecnologia do Blogger.