Atirador ataca duas escolas no Espírito Santo e deixa mortos e feridos

 tiroteio foi orquestrado por um adolescente que estuda em uma das escolas invadidas. Além dos três mortos, há nove feridos.

Foto: Reprodução/Metrópoles

O ataque a tiros que deixou três mortos e nove feridos em escolas de Aracruz, no Espírito Santo, foi cometido por um adolescente, estudante de uma das instituições de ensino invadidas. A tragédia ocorreu nesta sexta-feira (25/11).

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Espírito Santo (SESP), o atirador invadiu a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEFM) Primo Bitti, da qual é aluno no turno vespertino, e o colégio Darwin, da rede privada.

O capitão Alexandre, do 5º Batalhão da Polícia Militar do Espírito Santo, informou que o jovem estuda no turno da tarde na escola Primo Pitti. Ele teria entrado no prédio e se dirigido à sala dos professores.

O jovem também entrou em salas de aula. Ele portava uma pistola e vários carregadores, informou o capitão. Na escola, o adolescente fez vários disparos e atingiu seis pessoas — duas morreram.

Depois, o jovem se dirigiu à escola Darwin, em um carro modelo Renault Duster, na cor dourada. De acordo com o capitão Alexandre, ele seguiu o mesmo roteiro: entrou nas salas e atirou contra alunos e professores. Cinco pessoas foram atingidas e uma morreu.

Fuga

De acordo com o capitão Alexandre, o adolescente saiu da escola e fugiu dirigindo o carro — que estava com as placas cobertas — na direção da orla.

“O cerco inteligente está ativo buscando esse veículo. As polícias Militar e Civil já estão em diligências. Ele já foi identificado. Temos o endereço, vamos até a residência dele para fazer as diligências e colher informações sobre esse triste atentado”, informou o capitão.
Tecnologia do Blogger.