Morre a quarta vítima dos ataques em escolas de Aracruz, no Espírito Santo

 A vítima é uma professora de 38 anos chamada Flávia Amoss Merçon Leonardo. Mais cinco pessoas seguem internadas, duas em estado gravíssimo.

Foto: Reprodução/Redes Sociais 

A Secretaria de Saúde do Espírito Santo confirmou a morte da quarta vítima dos ataques em escolas do município de Aracruz, situado 85km ao norte da capital do Espírito Santo [veja aqui]. Flávia Amoss Merçon Leonardo tinha 38 anos e era professora da Escola Estadual Primo Bitti.

A professora estava internada no Hospital Estadual Dr. Jayme dos Santos Neves, na Serra. A confirmação da morte ocorreu na tarde deste sábado (26/11).

Outras três pessoas morreram em decorrência do ataque. A estudante Selena Zagrillo, 12 anos, e as professoras Maria da Penha Pereira de Melo Banhos, 48 anos, e Cybelle Passos Bezerra, 45 anos.

Ainda há mais cinco vítimas internadas, duas em estado grave. Uma delas é um menino de 14 anos, que teve perfurações na barriga, e a outra é uma menina de 14, que levou um tiro na cabeça e está entubada.

Neste sábado, a Polícia Civil do Espírito Santo anunciou que o autor do atentado nas duas escolas de Aracruz, um jovem de 16 anos, deverá responder por ato infracional correspondente aos crimes de 10 tentativas de homicídio qualificada e três homicídios qualificados (A professora Flávia Amoss não havia falecido até o anúncio da polícia), todos com o agravante de por motivo fútil e com impossibilidade de defesa da vítima.

Tecnologia do Blogger.