Vencemos - Por: Marconi Barreto

 Segundo o autor do texto, o trabalho de recuperação deste país será árduo.

Caricatura de Marconi Barreto - Foto: Arquivo Pessoal

Mais uma vez o Nordeste mostra a força, provando a sua importância geopolítica neste país quase destruído pela mentalidade dominante e limitante do Sul e Sudeste. Demonstrou que o nordestino é, antes de tudo, um forte! Agora somos, reconhecidamente, uma fortaleza que quer que as mudanças a serem feitas sejam na perspectiva do investimento, da geração de empregos, reparação e reposição dos direitos usurpados pelo fascismo instalado no poder desde o golpe contra Dilma, em 2016, e a prisão do Lula para beneficiar candidatura da extrema direita, em 2018.

A Bahia, com 72% dos votos, foi um forte braço nessa batalha em que a democracia venceu o fascismo. Ressalte-se que desde 2007 o PT resgatou a Bahia do atraso e se manterá por muito tempo ainda construindo um novo modelo de gestão que transforma e garante a revolução democrática iniciada por Lula em 2003. Com a renovação do mandato, o PT tem Jerônimo como sucessor de Rui Costa, com uma votação expressiva contra o velho modelo de gestão carlista. A Bahia se reafirma ideologicamente, tornando-se, na atual conjuntura política, o portal e o escudo do nosso Nordeste  alvo de um xenofobismo criminoso e enfadonho  do conservadorismo concentrado nas regiões que reafirmaram a sua opção pela velha mentalidade escravagista e colonialista. 

Mas, como sabemos, o baiano nunca  abaixa a cabeça e nem foge à luta, conforme a sua trajetória  revolucionária demonstrada nas guerras e nos levantes contra os colonizadores, usurpadores e invasores corsários quando aqui estiveram. 

A Bahia conta, canta, protesta e escreve suas histórias, através da literatura, música, teatro, cinema,  poesia, nas ruas e em todos os espaços criativos da sua história, pois sempre esteve na luta. 

Enfim, vencemos mais uma batalha nessas eleições de 2022, derrubamos um projeto nazifascista que se apossou fortemente da máquina do Estado Brasileiro com um poderoso esquema de Fake News sustentado pelos cofres públicos. Mas, como dizem os bravos e vencedores guerreiros, depois de apagar o incêndio que vem devastando o país, sempre haverá o rescaldo, e é nesta hora de agora que teimamos em dizer .. "A Luta Continua", até a vitória sempre. 

O trabalho de recuperação deste país será árduo, vencer o ódio, a violência e a maldade constituídas pelo fascismo, recompor direitos conquistados, reestruturar o estado de direito democrático e acima de tudo, a recuperação da dignidade e da auto estima do povo brasileiro, são as tarefas prioritárias desse retorno de Lula ao comando deste país. 

O surto coletivo gerado por um (des)governo corrupto que se dedicou a desconstruir os valores da nação, será tratado na convalescência moribunda, com a sabedoria de uma boa governabilidade.

Entretanto, para nos contrapormos à extrema e centro direita que formam a maioria no Congresso Nacional, é fundamental criar um canal de comunicação e participação popular, para ouvir e incluir as reais necessidades do povo brasileiro, retomando as Conferências Nacionais, onde a sociedade civil organizada possa opinar e apontar as reparações e regulações necessárias aos anseios populares. 

Que Deus esteja entre nós e nunca acima e nem distante.

(Marconi Barreto, 06/11/2022, em Salvador-BA)

Tecnologia do Blogger.