Após resistência de Haddad, Lula limita a 60 dias prorrogação da isenção dos combustíveis

  Ideia é publicar medida provisória em 1º de janeiro, mas período de duração não está fechado.

Foto: Pedro Henrique Gomes/g1

O presidente eleito Lula (PT) estuda prorrogar a isenção de impostos sobre os combustíveis. A ideia é editar uma medida provisória no dia 1º e a tendência é de que a prorrogação valha por 60 dias.

O futuro ministro da Fazenda, Fernando Haddad, é contra, e tenta convencer Lula a não editar a MP. Os dois discutem o assunto na tarde desta sexta-feira (30).

Segundo o G1, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann defende a prorrogação para evitar que haja aumento de combustíveis no começo da gestão.

A suspensão de impostos federais, criada por Bolsonaro deixa de valer no sábado (31), e estimativa do Centro Brasileiro de Infraestrutura é que o impacto para o consumidor vai ser de R$ 0,69 por litro na gasolina, R$ 0,26 no etanol e R$ 0,33 no diesel.

Tecnologia do Blogger.