Bolsonaristas são presos em investigação sobre vandalismo em Brasília e tentativa de golpe de Estado

 Ação cumpre 32 mandados expedidos pelo Supremo Tribunal Federal (STF), no DF e em 7 estados.

Foto: PCDF/Divulgação

Ação cumpre 32 mandados expedidos pelo Supremo Tribunal Federal (STF), no DF e em 7 estados; entre crimes apurados, estão abolição violenta do Estado Democrático de Direito e golpe de Estado. Entre alvos estão bolsonaristas que frequentavam os atos no Quartel-General do Exército.

A Polícia Federal e a Polícia Civil do Distrito Federal deflagraram, nesta quinta-feira (29), uma operação contra suspeitos de participarem de uma tentativa de invasão à sede da Polícia Federal e atos de vandalismo em Brasília, em 12 de dezembro.

Ao todo, as corporações cumprem 32 ordens judiciais de busca e apreensão e de prisão, expedidas pelo Supremo Tribunal Federal, no Distrito Federal e nos seguintes estados:

Rondônia
Pará
Mato Grosso
Tocantins
Ceará
São Paulo
Rio de Janeiro.

Os crimes investigados são de dano qualificado, incêndio majorado, associação criminosa, abolição violenta do Estado Democrático de Direito e golpe de Estado, cujas penas máximas somadas atingem 34 anos de prisão.

Leia mais no G1

Tecnologia do Blogger.