Delegado que apurou facada em Bolsonaro terá cargo-chave na PF de Lula

 Delegado que investigou facada em Bolsonaro e concluiu que Adélio Bispo agiu sozinho assumirá cargo-chave na Polícia Federal na gestão Lula.

Foto: Reprodução/Google

Delegado que investigou a facada de Adélio Bispo em Bolsonaro, Rodrigo Morais Fernandes terá cargo chave na Polícia Federal na gestão Lula. Ele assumirá a diretoria de Inteligência da PF a partir de janeiro.

Os dois inquéritos abertos pelo delegado para apurar a facada não comprovaram a teoria de Bolsonaro de que o atentado ocorreu por encomenda. Segundo as investigações, Adélio Bispo agiu sozinho.

O policial chegou a ser cotado para um cargo na inteligência da PF ainda no atual governo, mas a nomeação não saiu — segundo pessoas próximas a Morais, por não ter comprovado a conexão de Adélio com adversários de Bolsonaro. Com Lula, Morais comandará o departamento.

O policial é próximo do também delegado Andrei Passos Rodrigues, que assumirá a direção-geral da PF. Durante a campanha, Andrei chefiou a segurança de Lula.

Tecnologia do Blogger.