Depois de quatro meses, causa da morte de Jô Soares é divulgada

 Família não divulgou causa antes para "evitar fofocas".

Foto: Google Imagens

Desde agosto deste ano, quando morreu o apresentador Jô Soares, a causa de sua morte não havia sido divulgada. O argumento da família foi de que não faria a divulgação para "evitar fofocas". Quatro meses após a morte do apresentador de 84 anos, as razões foram finalmente divulgadas.

A certidão de óbito descreve que o humorista morreu durante a madrugada por insuficiência renal e cardíaca, estenose aórtica e fibrilação arterial. As informações foram divulgadas pelo portal Notícias da TV.

A insuficiência renal acontece quando os rins perdem a capacidade de fazer suas funções básicas como equilibrar e remover os fluidos do organismo. No caso da insuficiência cardíaca, o coração não bombeia sangue suficiente para o restante do corpo.

Além desses fatores, Jô também teve um estreitamento da abertura da válvula aórtica, que controla a saída de sangue do ventrículo esquerdo do coração, impedindo o fluxo de sangue. A estenose aórtica se potencializou com uma frequência cardíaca irregular, chamada de fibrilação atrial em termos hospitalares.

Nos últimos anos de vida, Jô fez visitas frequentes aos médicos, informou Adriane Galisteu, vizinha do apresentador. Já a produtora Anne Porlan, amiga íntima que trabalhou no Programa do Jô (2000-2016), disse que ele enfrentava problemas urinários.

Tecnologia do Blogger.