MP-BA abre inquérito para investigar baianos que financiaram invasão às sedes dos Três Poderes

 Judiciário baiano se reuniu em ato de repúdio aos atos antidemocráticos na sexta-feira.

Foto: Reprodução/YouTube

A procuradora-geral de Justiça da Bahia, Norma Cavalcanti, anunciou na sexta-feira (13) que o Ministério Público abriu um inquérito especial para investigar financiadores e colaboradores baianos que apoiaram os atos antidemocráticos do dia 8 de janeiro, em Brasília. A declaração foi feita no ato de repúdio à invasão das sedes dos Três Poderes, na manhã da última sexta. 

O evento, no Salão Nobre da Reitoria da Ufba, no bairro do Canela, em Salvador, foi promovido pela OAB e pela Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia (Ufba), mas contou também com a presença de representantes do Ministério Público, Tribunal de Justiça e Defensoria Pública, entre outros órgãos do direito. 

Daniela Borges, presidente da OAB na Bahia, também afirmou que o órgão já está atuando para identificar pessoas que participaram em relação a apoio ou financiamento aos atos em Brasília.

"A gente vive um momento muito frágil na nossa história. A redemocratização, a forma como ela aconteceu e a anistia fizeram com que chegássemos aqui hoje. Por isso é tão importante que nesse momento da história nós façamos diferente. É importante que a linha divisória esteja muito clara do que é possível na democracia e o que não é possível", afirma a presidente da OAB na Bahia. 

Tecnologia do Blogger.