Policia prende pais suspeitos de produzir filmes pornôs com estupro dos filhos no Rio de Janeiro

 As crianças abusadas têm 1 e 3 anos.

Foto: Divulgação | Polícia Federal

Um casal foi preso, nesta quinta-feira (5), suspeito de abusar sexualmente de seus filhos: uma menina, de 1 ano e três meses, e um menino, de 3 anos. A operação aconteceu em Paraty, cidade litorânea do Rio de Janeiro, onde moravam e os crimes ocorriam. De acordo com a Polícia Federal (PF), os pais produziam e divulgavam os vídeos dos abusos sexuais cometidos com as crianças no exterior. 

As investigações foram iniciadas a partir de informações repassadas pela Agência da União Europeia para a Cooperação Policial (Europol) ao Serviço de Repressão a Crimes de Ódio e Pornografia Infantil (Sercopi) da PF. Os agentes apuraram vídeos divulgados internacionalmente de abusos sexuais cometidos contra crianças brasileiras. Nas imagens, a Polícia Federal conseguiu identificar a mãe e as vítimas.
 
O casal foi preso em casa, após a Justiça expedir mandados de prisão e de busca e apreensão. Os agentes apreenderam quatro celulares, câmera filmadora e equipamento de filmagem durante a operação. Segundo o delegado Clayton Lúcio Santos de Souza, da Delegacia da PF de Angra dos Reis, eles cometiam  os crimes em troca de dinheiro. 
 
"O casal utilizava a internet para divulgar cenas de abuso sexual que eles próprios gravavam dos seus filhos e enviava para a internet e também para pessoas específicas esse conteúdo, em troca de remuneração", disse o delegado. Os pais das crianças responderão por estupro de vulnerável, compartilhamento e armazenamento de pornografia infantil. A pena máxima é de 25 anos de prisão.

Tecnologia do Blogger.