Bahia é o estado do Nordeste com mais beneficiados pelo novo adicional do Bolsa Família

 O Benefício Primeira Infância inclui valor adicional a crianças de zero a seis anos que estão na escola.

Foto: Kamilla Ferreira - SEAUD/PR

Começa, nesta segunda-feira (20), o pagamento do novo Bolsa Família pela Caixa Econômica Federal. O programa, marca das gestões petistas, volta com reformulações substituindo o Auxílio Brasil e com um adicional de R$ 150 a 8,9 milhões de crianças de zero a seis anos que estão na escola através do Benefício Primeira Infância. 

O Nordeste concentra o maior número de crianças que receberá o adicional neste mês. A Bahia desponta nesse quadro com 878 mil beneficiados. No ranking nacional está atrás somente de São Paulo, que soma 1,18 milhão. Os estados são seguidos por Minas Gerais (712 mil), Rio de Janeiro (654 mil) e Pará (613 mil). 

Além do valor-base de R$ 600, há também os adicionais de valor extra de R$ 50 para grávidas e por filho entre sete e 18 anos a partir de junho. Cálculos do governo são de que, em média, as famílias receberão R$ R$ 670,33 neste mês, valor maior da história.

O pagamento acontece até o dia 31 de março, a partir do final do NIS (Número de Identificação Social). Recebem primeiro quem tem NIS final 1. No dia 31, é a vez de quem tem o benefício com o final zero. Os cartões e as senhas do antigo Auxilio Brasil poderão ser usados normalmente para saques.

O valor também pode ser retirado nas agências bancárias, lotéricas, caixas eletrônicos e correspondentes Caixa Aqui. Para quem recebe pelo Caixa Tem não haverá mudanças.

Tecnologia do Blogger.