DP-BA e DP-RS repudiam fala xenofóbica de vereador gaúcho: “Contra a normalização do autoritarismo”. Confira a nota de repúdio

 Essa nota é só o começo. A DP-BA e DP-RS farão uma atuação histórica em conjunto, unindo Nordeste e Sul do país contra o preconceito, contra a escravidão, contra os preconceituosos e contra os escravistas. Disse Rafson Ximenes, Defensor Público da Bahia.

Vereador Sandro Fantinel - Bianca Prezzi/Câmara Caxias

As Defensorias Públicas da Bahia e do Rio Grande do Sul publicaram nota de repúdio contra fala xenofóbica do vereador gaúcho Sandro Fantinel (Patriotas), que nesta terça-feira (28) destilou diversos preconceitos contra o povo da Bahia ao comentar a descoberta da exploração de trabalho análogo à escravidão em vinícolas do Rio Grande do Sul.

“Contra a normalização do autoritarismo por meio de discursos de ódio, cumprindo a missão constitucional de zelar pelos fundamentos de nossa República Federativa, as Defensorias do Povo do Rio Grande do Sul e da Bahia unem-se para publicizar a presente nota de repúdio face às declarações do vereador Sandro Fantinel, da cidade de Caxias do Sul”, diz a nota. 

 

As Defensorias afirmam que o parlamentar traiu o mandato que exerce a serviço do povo em pluralidade e a Constituição. No nota, os órgãos ainda dizem que o vereador utilizou o púlpito da Câmara para “injuriar e difamar justamente os cidadãos a quem deveria bem representar, os quais, em seu conjunto, constituem o povo brasileiro, que é um só, independente de sua origem ou cor”. 

 

As DPs dizem que Fantinel “portou-se como se fosse maior que a ordem jurídica e que o próprio povo”.

Segundo o vereador de Caxias, a atuação do poder público nesse caso foi excessiva e favoreceu os baianos, frente aos produtores de vinho gaúchos. Para ele, os trabalhadores seriam os responsáveis pela confusão e não deveriam mais ser contratados para atuar em propriedades no Rio Grande do Sul. Fantinel chega a sugerir a contratação de argentinos, que seriam “mais limpos” em relação aos baianos.


Confira a nota na íntegra:

Tecnologia do Blogger.